Dieta sem Glúten e sem Lactose → Benefícios e Cardápio

1062

Várias estratégias surgem no mercado para oferecer emagrecimento rápido e saudável, assim como a dieta sem glúten, indicada por vários profissionais para buscar resultados eficazes.

Dietas da dieta sem glúten

O intuito das dietas que englobam a dieta sem glúten é eliminar esta propriedade dos alimentos que são ingeridos no cardápio, afinal o glúten é considerado uma proteína de digestão complicada, estando presente principalmente no trigo, centeio, cevada e até mesmo na aveia, ainda que em menores proporções, fazendo com que a eliminação ou redução nos níveis de glúten ingeridos auxiliam no emagrecimento, com testes que são feitos por profissionais e comprovam a eficácia na redução de peso em uma programação alimentar sem a substância.

Cardápio da dieta sem glúten

A dieta sem glúten oferece uma série de possibilidades de cardápios que podem ser utilizados para as pessoas que desejam aventurar-se nesta rotina alimentar, sendo bastante agradável à qualquer tipo de paladar.

No café da manhã, a primeira opção que pode ser usufruída na dieta sem glúten é a preparação do suco verde, consumindo-o juntamente com um pedaço de bolo de cacau preparado sem farinha e café ou chá com adoçante para acompanhar. A segunda opção é composta, também, do suco verde, acompanhado de um copo de leite de arroz com café e um ovo mexido que deve ser preparado com óleo de coco em pequenas porções. Queijos magros (como búfala, ovelha e branco) também podem ser acompanhamentos consumidos com suco verde.

Já para o lanche da manhã, o intuito é alimentar-se de maneira saudável com frutas, com a primeira opção abrangendo o consumo de um pedaço de melão com uma colher de sopa de quinoa e uma nuts de sua preferência. Já a segunda opção engloba um pedaço de melancia com uma nuts. Ainda é possível consumir somente meio mamão papaia ou combinar iogurte com algumas frutas vermelhas.

O almoço da dieta sem glúten é mais completo, consumindo um prato de saladas e legumes temperados com azeite, três colheres de sopa de arroz integral com cúrcuma, duas colheres de sopa de feijão, duas colheres de batata doce e um filé de frango pequeno grelhado, podendo trocá-lo duas colheres de servir de espinafre refogado ou uma carne vermelha magra grelhada, como o patinho, assim como peixes variados. Outra opção é manter as saladas e legumes, porém combinando-as com uma porção de macarrão de arroz misturado com brócolis, mantendo as opções de proteínas destacadas acima.

O lanche da tarde pode repetir as mesmas opções do lanche da manhã, com variação para ingestão de dois pedaços de coco fresco ou uma banana com uma colher de coco ralado e canela polvilhada.

O jantar da dieta sem glúten é mais leve, somente combinando um prato de saladas com uma das proteínas que foram destacadas no almoço, como frango, peixe ou carne vermelha magra, removendo os carboidratos.

Para a ceia, o consumo de uma maçã cozida com canela, dois kiwis ou um suco natural de frutas, como de maracujá, está permitido.

Como fazer a dieta sem glúten

O intuito é manter uma alimentação sem glúten ou com a redução desta substância nos alimentos, ainda que por um tempo restrito, observando os rótulos e embalagens dos produtos comprados para verificar esta informação e manter uma rotina agradável e saudável.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, media: 5,00 de 5)
Loading...