Dieta do Metabolismo Rápido → Cardapio e Como Fazer [FUNCIONA]

16

Algumas pessoas, quando tentam perder peso, reclamam que muitas vezes fazem grandes esforços sem resultado algum. Elas cortam calorias, se alimentam de forma saudável e nada acontece. Por quê?

Algumas vezes, o culpado dessa falta de sucesso nas dietas é o metabolismo preguiçoso. O corpo simplesmente não elimina as gorduras em excesso, ou quando elimina é de forma muito lenta, dando a sensação de que todo o esforço não está valendo nada.

Se você sofre com metabolismo lento e quer perder peso rápido, sem prejudicar sua saúde, um caminho interessante é a dieta do metabolismo rápido. Você conhece esse método? Sabe como funciona?

Se não tem a menor ideia, esse texto é para você. Reunimos aqui tudo o que precisa saber para entender tudo sobre a dieta do metabolismo rápido.

O que é a dieta do metabolismo rápido

A dieta do metabolismo rápido tem como princípio básico a ideia de que o metabolismo acelerado facilita a queima de gorduras e calorias do corpo, controlando a alimentação.

Nessa dieta, não há a contagem de calorias ou gorduras. O que vale aqui é a quantidade de comida ingerida ao longo de cada semana, seguindo um plano alimentar construído para induzir mudanças que acelerem o metabolismo.

Na dieta do metabolismo rápido, a pessoa pode comer em quantidades normais, e ainda perder bastante peso rapidamente.

Como ela funciona?

A dieta do metabolismo rápido prega a eliminação de dez quilos em menos de um mês, juntamente com a perda de gordura corporal. Com duração de quatro semanas, ela atua em planos divididos em três fases.

Cada uma dessas etapas tem objetivos específicos e engloba diferentes grupos de alimentos. Aqui é permitida a ingestão de carboidratos, proteínas e gorduras saudáveis.

O que não comer

Quem adere à dieta do metabolismo rápido não deve ingerir, durante as quatro semanas, doces, refrigerantes, álcool, café, produtos preparados à base de leite de vaca ou aqueles com glúten.

Ao término da dieta, esses alimentos podem ser ingeridos novamente, mas devem ser introduzidos na alimentação lentamente.

Etapas da dieta do metabolismo rápido

Fase 1

Tem duração de somente dois dias e busca controlar o cortisol, o hormônio do estresse. Esse hormônio, quando em níveis elevados, estimula o apetite, sobretudo a ingestão de alimentos ricos em açúcar e gordura.

Nesse período, o consumo de carboidratos está liberado. Por outro lado, alimentos com qualquer tipo de gordura devem ser evitados, incluindo as boas.

Fase 2

Com duração de dois dias, seu objetivo é eliminar as gorduras difíceis de serem eliminadas pelo corpo, aquelas que estão armazenadas há muito tempo. Por isso, nesta fase está proibida a ingestão de gorduras, amidos e grãos.

Dentro do cardápio está permitido comer verduras, legumes, proteínas animais, salmão, carne de porco light, carne seca, cordeiro, tilápia, ostra e peru. Frutas, com exceção do limão, não são permitidas.

Fase 3

Com duração de três dias, o foco desta fase é estimular a transformação da gordura em energia. É a fase mais fácil do programa alimentar, já que não proíbe nenhum grupo alimentar.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, media: 5,00 de 5)
Loading...